GOOGLE ORKUT YOU TUBE FLICKR DOWNLOD Quem Somos Fale Conosco  
 
   
 

PRINCIPAL |  ESPORTE  |  POLÍCIA |  REGIONALPOLÍTICA  | NEWS  | VITRINE  | COLUNA SOC. | POESIAS | VARIEDADE

   
           Fotos: Reprodução / Google
 
   
   
 
7 DE SETEMBRO: DATA PARA COMEMORAR
OU PROTESTAR?
   
 
Por Orlando Santiago Mascarenhas  
www.ipiranegocios.com.br 
05/09/2015  
   
 
A intenção do texto é colaborar e participar, procurar mostrar a gravidade, levantar a discussão e lançar luz sobre os temas, que são relacionados, você verá que é necessário uma maior explanação. Se possível leia todo o texto, vá até o final, obrigado.

07 de Setembro, dia da Independência do Brasil - Deveríamos utilizar essa data para pensar na nossa realidade, em como somos vistos pelo mundo, em especial no que produzimos de positivo para o brasileiro como um todo. Atualmente temos conquistas para vangloriar? Temos excesso de impostos? Temos educação pública de qualidade? Temos prioridades nos investimentos governamentais? Agimos com rigor e seriedade no combate a corrupção? Será que o país não está perdendo o 'bonde da história', tomando um caminho que só está bom para pequenos grupos, entre eles a elite política deste país? Enfim, este é o momento de perguntar, este é o país que nós queremos?

O país, em termos de tamanho, é uma grande nação, no sentido de ser privilegiado pela localização geográfica e riquezas naturais, tendo um povo trabalhador que paga uma carga tributária extremamente alta, uma das cargas tributárias mais altas do planeta. No entanto o país é governado sem prioridades. Com estádios de primeiro mundo e educação, saúde e segurança pública de terceiro mundo. Paga-se salários exorbitantes a uma elite política, e a corrupção generalizada não sendo tratada com a seriedade e rigores que deveria ter.

Os serviços básicos, que devem existir, como retorno dos seus impostos, são precários em relação aos impostos recolhidos. Além da alta carga tributária já paga normalmente (imposto de renda), altas taxas de impostos (as vezes chegando a 50% dos valores pagos) também são incluídos nas contas de energia elétrica e água, quando você compra gasolina, um veículo, alimentos, etc. Além de já pagar todos estes impostos, para o cidadão ter estradas boas tem que pagar pedágio, para ter ruas iluminadas tem que pagar taxa de iluminação, etc.

Afinal, temos algum serviço, retorno do governo, realmente bom neste país que justifique e compense tantos impostos pagos? Você está satisfeito com a forma com que o governo tem gastado o seu dinheiro?

O serviço médico público, em todo o país, tem sido vergonhoso, humilhante, quem tem condições de pagar médico particular jamais vai se sujeitar as condições vergonhosas e degradantes dos nossos hospitais.

A segurança pública é uma vergonha nacional, o cidadão só pode se arriscar a ter um veículo (embora pague quase da metade do valor do mesmo em impostos, para o governo), se tiver segurado. As residências no Brasil estão se tornando verdadeiras fortificações, com grades, câmeras de vídeo, alarmes, cães e cercas elétricas. Você desarmado, preso dentro da sua fortaleza, e as ruas infestadas de bandidos armados até os dentes, enfim um sistema com milhares de cidadãos as margens da cidadania, que muitas vezes os leva a viverem as margens do progresso e das leis.

Educação de qualidade só a particular, a pública nem pensar. Atualmente o Programa Mais Médicos, está mostrando um pouco a cara deste país, não temos nem mesmo médicos para atender ao povo, enquanto outros países da América Latina facilitam a formação de médicos, onde muitos brasileiros deixam o Brasil para se formarem na Argentina, Cuba e outros nações muito mais pobres que este país. Por que em Cuba e outros países da América Latina sobram médicos e o Brasil está precisando importar estes profissionais?

Onde anda a nossa independência? Nossos veículos (todos eles), são montados com tecnologia estrangeira, nossos aparelhos eletrônicos (todos eles), também são de tecnologia estrangeira. Nossa indústria farmacêutica é predominantemente estrangeira. Nossos médicos, agora são cubanos, nossa internet é de procedência de uma invenção Norte Americana (USA).

O Brasil só caminhará coerente e aberto às portas do primeiro mundo quando todo político, todo servidor público, todo Juiz, Presidente da República, Prefeito, Deputados, Senadores, Vereadores etc., for obrigado, por lei, a educarem seus filhos em escolas públicas. Sempre que precisarem de médicos e hospitais, políticos, servidores e familiares, também sejam obrigados por lei a usarem os serviços médicos que são disponibilizados ao público. Só assim estariam respeitando aqueles que pagam o seu salário. Se são pagos pelo povo, coerentemente deveriam usar o mesmo serviço oferecido a aqueles que lá o colocaram.

A corrupção, desvio do que é do povo, em todas as áreas, seja Presidente, Juiz Federal, Governador, Prefeito e mesmo um simples servidor, tem que ser enquadrado como crime hediondo, com perda de direitos políticos, cadeia e confisco de todos os bens, enquanto transmita em processo na justiça. Sé mesmo assim não resolver, deveria fazer-se um plebiscito na possibilidade de se aprovar a pena de morte para políticos e bandidos ricos comprovadamente corruptos.

A corrupção atrasa o desenvolvimento da nação, resulta em obras superfaturadas, desvia verbas da educação, da saúde, da infraestrutura, enfim, toda a estrutura da nação sofre. Enquanto a corrupção não for combatida como crime hediondo, todo aumento de imposto será pouco, por maior que seja as verbas destinadas aos programas federais, a educação, saúde, segurança pública, infraestrutura, etc., será pouca, e estará fazendo o povo de trouxa, pois quando 10 reais saírem da origem, no final, se houver corrupção, poderá ser 1 real.

Segundo estudos levantados pela Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), o valor da corrupção no Brasil chega a R$ 69 bilhões de reais por ano (2,3% do Produto Interno Bruto (PIB). Com a corrupção, os corruptos realizam contra a nação o equivalente a um estrupo coletivo e nacional, todo o país sangra e sofre. Nesse sentido, pela sua gravidade, é o maior crime praticado contra o povo, tendo que ser caracterizado como crime hediondo, inafiançável. Atualmente, a operação Lava-jato é considerado o maior escândalo de corrupção da história do país. Pela dimensão da operação, poucos políticos e executivos estão presos. O corrupto, o corruptor, o grande ladrão, quando pego, gasta no máximo uns dez por cento, com honorários advocatícios, do que desviou, depois vai usufruir os noventa por cento restante. O prefeito que desvia dinheiro da prefeitura, se descoberto, geralmente fica solto, apenas ilegível por determinado tempo, inclusive a esposa pode continuar a disputar um mandato normalmente.

Pela legislação em vigor, o juiz que se envolver com corrupção é afastado compulsoriamente da carreira, mas tem o direito a receber aposentadoria com vencimentos proporcionais. Por outro lado o sujeito que rouba uma galinha vai ser esquecido em uma cadeia (Art. 155 - Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel: Pena - reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa). Toda a estrutura atualmente montada, pelo grau de penalidade aplicada, favorece os “graúdos”, consequentemente favorece a corrupção. Um corrupto envolvido no lava-jato, ao ser descoberto e detido para interrogatório, foi pego consolando um outro colega com o argumento que é melhor chorar no volante de um Mercedes Benz do que sorrir em cima de uma bicicleta. É por esses tipos de comportamentos citados que o Brasil é reconhecido como país da impunidade mundo afora. Estas práticas além de vergonhosas e imorais ferem o princípio isonômico (igualdade de direitos) da nossa Constituição Federal. Enquanto agir desta maneira, sem seriedade e o rigor que deveria ter com a coisa pública, o país estará desrespeitando o seu povo, estará agindo com baderna, sendo os verdadeiros baderneiros da história. Partindo deste princípio, os baderneiros, como as vezes querem fazer crer, não são aqueles que participam dos protestos, que fazem parte deste momento de transformação, este momento de revolta do povo que realmente carrega este país nas costas, que é o cidadão, o povo que trabalha e paga impostos, o povo que sustenta esta nação e os seus governantes que hoje estão no poder.

Está claro que o principal problema da nação é a corrupção, mas enfrentam o sério problema com paliativos e não com a seriedade que a coisa exige. Com a corrupção combatida com confisco total dos bens do corrupto/corruptor, com o combate as mordomias do governo, com a verba (federal, estadual, municipal) sendo investido com prioridades, com educação pública de qualidade, já seriamos um país de primeiro mundo há muito tempo, com a arrecadação sendo suficiente para tudo. Mas a elite política em vez de tratar a coisa com rigor, toma medidas, que realmente não mudam a estrutura do sistema, ficam inventando redução da maioridade penal, proibição de saleiros nas mesas dos restaurantes, etc. Enquanto isso nos distraem com novelas, futebol, face book, e 'bolsas' para tudo quanto é coisa.

Vivemos em um país onde os processos de aculturação são fortalecidos e incentivados, onde o exemplo de vencedor para o povo é ser artista de TV, cantor de pagode e arrocha, ou jogador de futebol. Triste destino de uma nação, onde não se incentiva a se ter clareza do público e do privado, noções claras do papel do cidadão na sociedade, com isto criando uma cultura de distanciamento da nossa realidade em detrimento da valorização do seu povo, através da cultura, do incentivo à leitura e valorização da cidadania.

Como está, na situação atual, toda indignação é pouca, se continuarmos assim seremos sempre um país de terceiro mundo, pois este é o interesse de muitos que se beneficiam deste modelo de país atrasado, sem prioridades. Um país onde a profissão de vaqueiro e baiana de acarajé tem regulamentação, mas jornalista por formação, não. Enfim, como já disse Cazuza, "transformam o país inteiro num puteiro, pois assim se ganha mais dinheiro".

Este é um momento dos intelectuais, estudantes, artistas, trabalhadores, classes organizadas, pessoas patriotas, que realmente amam este país se levantarem, protestarem, procurar participar dos destinos desta nação a fim de deixar um país mais digno e honesto para as futuras gerações. Talvez este seja o momento de revermos a nossa independência. Reconhecer que esta nação pode ter e ser muito mais, que precisamos governar com os olhos no futuro, na construção de uma nação onde todos se beneficiem de suas riquezas e do seu potencial, com respeito a todos os brasileiros.

Enfim, é preciso mostrar que esta máquina administrativa está emperrada, pois a mesma, embora tente enganar, tomando medidas assistencialistas, tentando se passar por popular, é um sistema atrasado, que tem se mostrado conivente com a corrupção. É um governo com uma estrutura perversa, velha, atrasada e decadente, um sistema mal acostumado, que não soube se moldar aos novos tempos, não soube destruir as velhas estruturas de um mundo que muda em uma velocidade alucinante, com isso ficando para trás, perdendo posições na estrutura mundial e também não agradando a estrutura interna, só servindo a poucos, e não a totalidade de seu povo, enfim, um governo que só tem olhos para os seus benefícios, rasgou as lições de ética e esqueceu a essência da democracia que é o governo do povo, pelo povo, para o povo.

Enquanto continuar desta forma, deveremos ter um 7 de setembro de protestos, de luta, uma luta no sentido de colocar este país na linha, com respeito ao seu povo, e ao nosso futuro, uma tentativa de que estes movimentos de protestos possam recolocar o gigante a retomar 'o bonde da história', e mostrar toda a sua grandeza.

Uma grandeza conquistada no combate rígido à corrupção e aos privilégios políticos. Um crescimento baseado no trabalho, na Segurança Pública, na Educação de qualidade para todos, pois com educação de qualidade o país cresce, o povo aprende a votar e escolher os seus representantes, uma coisa que muitos políticos de hoje, e de ontem, não quiseram e não querem que aconteça.

Acorda Brasil! Sai do 'deitado eternamente em berço esplêndido'. Por enquanto, só poderemos festejar um triste Brasil, um gigante espoliado, constantemente sangrado na jugular (corrupção), desorientado, cuja orientação vai depender da participação do seu povo, nos destinos deste país, fazendo com que no futuro o Brasil venha a ter 'Ordem e Progresso'.

Muitos podem achar longo este texto, mas longo mesmo é o descontentamento de grande parte da população brasileira. Que este texto sirva para mostrar uma pequena ponta do iceberg. Para a forma como está sendo conduzido este país, para o desrespeito com a coisa pública, para as reais necessidades do povo brasileiro.

Para finalizar, nem tudo está perdido, 'pra não dizer que não falei das flores', é preciso salientar, que apesar da situação atual, temos uma grande luz no fim do túnel, esta luz chama-se democracia. Uma democracia que custou caro ao povo brasileiro, e que foi conquistada com sangue, suor, com luta e a perda de muitos filhos da nação, que contribuíram para acabar com as noites escuras manchadas de sangue que vivíamos no período da ditadura militar. Uma parte desta grande luz (democracia) é a liberdade de imprensa, que com todos os seu defeitos tem feito muito pelo desenvolvimento desta nação. Já pensou o que seria deste país, sem imprensa livre para denunciar, levar ao conhecimento do povo os grandes golpes aplicados aos cofres públicos? Enfim, hoje temos a liberdade de manifestação, podemos divulgar o pensamento de forma livre. Isto sim é um grande avanço, vamos fazer um bom uso desta liberdade, participar dos movimentos sócias, denunciar, protestar, e no dia 7 de setembro ir para as ruas e gritar um verdadeiro 'Independência ou Morte'.


Para Refletir ...

"UTOPIA: Ela está no horizonte, acerco-me um passo e ela se afasta dois. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos mais. Por muito que eu caminhe - Nunca a alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso. Para nos fazer caminhar." (Eduardo Galeano)

Quem não conhece a verdade não passa de um tolo; mas quem a conhece e a chama de mentira é um criminoso! (Bertolt Brecht)

"Inquietude e descontentamento são as primeiras necessidades do progresso." (Thomas A. Edison)

"O teste de nosso progresso não é se nós acrescentamos abundância àqueles que têm muito. E sim se nós provemos bastante àqueles que têm pouco." (Franklin D. Roosevelt)

O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer. (Albert Einstein)

"O Mundo precisa de uma revolução, onde as armas usadas sejam livros, educadores e educação de qualidade para todos". (Orlando Santiago Mascarenhas)

É preciso ter sonhos e ideais. Ser herói, acreditar, lutar e não perder as esperanças, está no hino nacional "povo heroico". (Orlando Santiago Mascarenhas)

Seria cômico, se não fosse trágico!
 
Matérias Relacionadas
 
 
Sobre o autor
Orlando Santiago Mascarenhas - Bacharel em Jornalismo / Comunicação Social pela Unidade de Ensino Superior de Feira de Santana (UNEF). Criador e Fundador do site Ipirá Negócios em 20/04/2006. Fone: (75) 9119-9017 | e-mail: osm2112@gmail.com | facebook

OBS: Sempre que for necessária a reprodução total ou parcial deste texto/fotos, solicitamos que o Autor e Site sejam divulgados como fonte.
 
 
contador de acessos
 
"IPIRÁ NEGÓCIOS dá Existência Pública aos Eventos e as Notícias Acontecem"
 
 
 
 
 
 
 
ACORDA IPIRÁ: MOSTRA O TEU NEGÓCIO PARA O MUNICÍPIO, O ESTADO,
O PAÍS, E O MUNDO
Acorda Ipirá! Acorda para um novo tempo. O site IPIRÁ NEGÓCIOS possui uma média de 60 mil acessos mensais, isso dá uma média de 2 mil acessos dia. Já pensou o que isso pode representar para você, o seu empreendimento? Em termos de divulgação, abrangência e custo-benefício, IPIRÁ NEGÓCIOS pode afirmar que atualmente é o maior e melhor veículo de propaganda do município, pois, além de divulgar para Ipirá, também divulga você e sua empresa para todo o Estado, o País e o Mundo.
 
Acesse e Leia
Leitura indispensável para alguns empresários ipiraenses
 
Que tal colocar seu evento na internet (no Ipirá Negócios)? Mostre sua festa, seu casamento ou
aniversário para o mundo, para quem está longe e não pode estar presente.
Aniversários, Casamentos, 15 anos, Bodas, Eventos Empresariais e Esportivos, Congressos e Feiras

Filmagens Digitais com DVD - Edição e DVDs personalizados - Equipamentos de última geração
                                     Telefone: (75) 9119-9017 / Email: osm2112@gmail.com
 
Comente esta notícia
Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


Termos e condições para publicação de comentários de internautas:

Ipirá Notícias não publicará comentários ofensivos, obscenos, racistas, que estimulem a violência, sejam contra a lei ou não correspondam ao assunto da reportagem (leia aqui as normas de publicação).
Todos os comentários enviados serão previamente avaliados.

 
   
   

Google   |   Orkut   |   You Tube   |   Flickr   |   Download   |  Quem Somos   |   Fale Conosco

Copyright (c) 2009 EXPOVIDEO - Todos os direitos reservados